Pesquisar este blog

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Fora do "politicamente correto".

     Sem dúvida estamos vivendo um tempo de meias verdades. Com medo de parecer  politicamente incorreto, muita gente acaba optando por dizer somente aquilo que é conveniente dizer e não aquilo que realmente está pensando ou sentindo. Isso provoca uma estranha sensação de que nada do que é dito é verdade. Como se estivéssemos todos vivendo uma espécie de faz de conta: eu não digo nada que  aborreça os outros e em contra partida não sou obrigado a ouvir nada daquilo que não quero ouvir.
     Alguém ate pode dizer que parece até uma troca justa. E há quem diga também que esta é a melhor maneira de conviver sem que haja atritos entre as pessoas, para que haja paz no mundo etc e tal. Peraí. Não é bem assim.  Isso é pura hipocrisia. Não é possível viver num mundo em que as pessoas estejam o tempo todo dizendo o contrário daquilo estão pensando. 
     Será que ser politicamente correto é isso? Se é "tô fora".  Impossível fazer parte desse jogo, viver fingindo o tempo todo só para não me chatear e nem chatear ninguém. Acredito que a paz é conquistada principalmente com um bocado de tolerância entre as pessoas, que não devemos sair por ai dizendo o que pensamos a torto e a direito sem medir as consequências.
     Mas isso não significa fechar os olhos e fingir que está tudo bem quando sabemos que não está. Corremos o risco de ser coniventes, apenas para não correr o risco de ser desagradáveis. Tem limite para tudo na vida. Até para o "politicamente correto". Esse "politicamente correto" que nos leva a agir como pessoas sem opinião, sem posição definida, que diz apenas o que a regra do bom convívio permite.
     Dizem que quem cala consente. Nosso silêncio diz isso. Nos transforma em seres omissos, preocupados apenas em manter o status de gente boa, que não  cria confusão, de fácil convivência. Só que, se queremos um mundo melhor para viver, temos que  começar sendo mais verdadeiros , capazes de se posicionar diante das coisas e apontar aquilo que precisa ser mudado e consertado. Chega de silêncio e omissão. Um basta no bom mocismo que impera em todos os lugares.

Um comentário:

  1. Realmente é difícil viver num mundo de faz de conta. E hoje isto é bastante comum. Mas existem ambinetes e situações em que é difícil sermos verdadeiros, porque apesar das pessoas dizerem que preferem ouvir a verdade, isto é mentira. O ser humano em sua maioria não gota de ouvir "verdades" Ficam bravos, guardam mágoa e até podem se vingar. Relacionamentos deveriam ser baseados na sinceridade, mas está difícil. Apesar disso é menos mal uma mentira que console do que uma verdade que machuque e mutile!!!

    ResponderExcluir